Fábulas: Cronos, preda os próprios filhos...








.....
Dos doze filhos de Urano e Gaia, só Cronos, o grande Titã, se opõe ao pai. Sua revolta contra a paternidade está no fato deste odiar a incessante fecundação sobre sua mãe e o ódio mortal por seus irmãos violentos e destruidores.
.....Mais que aos Titãs e às Titânias, relata Hesíodo, Urano detesta seus outros filhos, os Ciclopes e os Hecatônquiros. São criaturas brutais e indomáveis. Para não ter de encará-los, Urano os obrigam a viverem no ventre escuro de Gaia, sem nunca verem a luz do dia. Gaia sofre com a reclusão dos filhos. Sofre também com a fecundidade contínua que lhe impõe Urano que, desde sua união, seu ventre não havia parado de gerar um só instante, odiando assim seu esposo.
.....Decide-se vingar de Urano. Chama os Titãs e pede-lhes que a ajudem a destronar Urano. Todos se recusam. Só Cronos aceita a incumbência, pois, já estava revoltado com os sofrimentos da Mãe. O valente guerreiro do tempo promete à Gaia que a vingará. Ela entrega-lhe então uma afiada foice que vinha talhando há muito tempo com terrível intenção.
.....Quando Urano se aproxima da esposa para novamente fecundá-la, Cronos atira-se sobre o pai. Luta e o subjuga. Urano sangra e se contorce. Um grito cheio de dor ecoa pelos quatro cantos do planeta. Os testículos de Urano voam pelo ar até caírem no mar e o sangue corre sobre a terra, e, pela última vez a natureza é fecundada.
.....No mar, os órgãos com o sêmem expelido formam uma espuma alvíssima, da qual emerge Afrodite, deusa do amor e da beleza.
.....Na terra, o sangue origina as Melíades, Ninfas dos Carvalhos e as Erínias, Ninfas vingadoras dos crimes semelhantes ao de Cronos. Entretanto, elas nada fazem contra o vencedor de Urano, pois, todo o poder do mundo passou para Cronos.
.....O Titã soberano uni-se a Réia, sua irmã, e nela engendra uma multidão de filhos. Porém devora todos logo ao nascerem para que nenhum deles lhe tomem o reino, como Gaia havia professado.
.....Apenas uma de suas criaturas escapou-lhe a voracidade canibal: Zeus, que o destronou quando adulto.
 

.