O Homem Pré-Colombiano...

.....Simón Bolívar, importante nome e libertador sul-americano, escreveu sobre o antigo povo americano:
....."Este povo foi guiado por um instinto por qual pode denominar a sabedoria da própria natureza. Inexistiam modelos conhecidos para suas criações e, suas doutrinas não tiveram professores e nem exemplos. Desse modo, tudo quanto lhe dizia respeito era original e tão puro como a inspiração que provem do alto."

.....Maias, astecas e incas, culturas exóticas e magníficas das Américas.
.....Enquanto se desenvolvia os povos asiáticos e africanos resultando nas civilizações clássicas tais como as dos sumérios, dos assírios, dos babilônios, dos egípcios e dos mais diversos povos subseqüentes, como os persas, os gregos, os romanos, os bizantinos, os muçulmanos e muitos outros mais; nas Américas, isolados do resto do mundo pelos oceanos Atlântico e Pacífico, se desenvolveram lentamente exóticos povos de riquíssimas culturas: os pré-colombianos. Na Idade Média, durante o desenrolar dos acontecimentos que estavam mudando e definindo a Europa como hoje a conhecemos, os povos americanos estavam começando suas conquistas culturais e sociais.
.....Os americanos ficaram isolados sem qualquer tipo de contato com outros povos desde os primeiros homens vindos da Ásia pelo estreito de Bhering, cerca de vinte mil anos atrás, em vários bandos e em diferentes datas. Só entraram em contato com o mundo velho durante as "descobertas" marítimas do século XV.
.....Os pré-colombianos tiveram nas Américas, do pólo norte ao pólo sul, uma vasta área para seus desenvolvimentos sociais, intelectuais e culturais por anos e anos sem serem incomodados por intempéries ou colapsos com outros povos. O único empecilho que tinham de lidar era entender a natureza e usá-la da melhor maneira.
.....Os asiáticos, ao atravessarem o estreito de Bhering, vinte mil anos atrás, procurando melhores condições de subsistência, fixaram-se, alguns na parte norte, dando origem às tribos esquimós e norte-americanas, e outros, seguindo viagem ao sul até se instalarem em definitivo no vale do México e nas planícies do Iucatã, deram origem as culturas olmecas, zapotecas, toltecas, chichimecas, mixtecas, maias e astecas. Um outro grupo continuou até os Andes, formando as culturas chavin, paracas, nascas, mochicas, chimus e inca. Outros mais, ingressando no interior do continente se espalhando até o extremo sul, formando várias tribos indígenas, como por exemplo, a dos guaranis. Encontramos seus últimos representantes vivendo quase que nas mesmas condições que seus antepassados em diversos pontos isolados dos países Sul-Americanos.
.....Nos trópicos, sul da América Central, os maias construíram grandes cidades de pedra em contraste com a selva. Sua arquitetura e arte eram únicas e o povo, de índole pacífica. Eram gerenciados por um calendário calculado com a premissa do tempo como infinito. No vale do México, em suas planícies, os astecas se fixaram, conquistando os povos mais antigos se desenvolvendo em progressão geométrica. Passaram de um simples aglomerados de pessoas para uma potência política e cultural de enorme magnitude que, em sua capital, Tenochtitlán (hoje a cidade do México), no seu auge, contava com uma população maior que muitas cidades européias do século XV, além do esplendor no qual deixou seus conquistadores espanhóis perplexos.
.....Nos Andes, os incas forjaram um verdadeiro império cujas fronteiras se extendiam desde a atual Colômbia até mais da metade do atual Chile, ligadas por estradas e um sistema humano de correios que mantinha o imperador informado sobre tudo. Desenvolveram um espetacular sistema político no qual centralizou-se o governo nas mãos de um imperador. Foi um povo largamente benevolente e com imensa preocupação com o bem-estar da população, com mesma intensidade, desde os monarcas e nobres até o mais humilde cidadão. Os incas são bem exemplificados nas palavras do cronista espanhol Fernando de Santillana:
....."Nunca houve fome nesta terra."
.....Em busca de riquezas, a Espanha, recém libertada das mãos dos mouros, no governo do rei Fernando e da rainha Isabel, financiou a expedição de Cristóvão Colombo na idéia de dar a volta ao mundo pelo oceano Atlântico e chegar às Índias, tendo nesta nova rota, seu livre e exclusivo comércio. Neste tempo as rotas já estavam estabelecidas nas mãos de outros reinos como o de Portugal, Holanda e Inglaterra, por exemplo.
.....A maior característica dos povos pré-colombianos foi o desenvolvimento independente um do outro, atestado pelo isolamento entre eles próprios. Também não faziam a menor idéia da existência de outras culturas, ficando toda a glória de seus descobrimentos e de suas desenvolturas culturais a eles próprios, ao contrário dos povos asiáticos, africanos e europeus que, de uma maneira ou outra, mantiveram troca de conhecimento que os levaram a se desenvolverem como os conhecemos hoje. Podemos afirmar a desocberta das Américas como o único encontro entre civilizações não conscientes umas das outras em toda a história do Homem. Por outro lado, a história mostra-nos o quão desastroso foi...

.....Os maias
.....Povo do sul do México e da América Central com grandes dotes artísticos e com exuberante arquitetura. Ergueram várias cidades templos com seus hieróglifos e esculturas de figuras monstruosas. Seus sacerdotes eram de igual exotecidade, com vestes iguais as esculturas e os dentes limados para parecerem com os dentes de um jaguar, animal deus dos maias. Tinham alguns costumes estranhos, como por exemplo, pendurar uma tala de madeira na testa das crianças para que estas ficassem estrábicas como sinal de beleza, ou, ripas de madeiras amarradas em volta dos crânios para que suas cabeças ficassem achatadas e mais altas.
.....Na religião, os maias tinham uma diversidade grande de deuses, cada qual explicava uma coisa da natureza e, para tanta divindade, eram necessários uma gama interminável de sacrifícios humanos, preces, jejuns, incensos etc., cujos hábitos faziam dos sacerdotes, os governantes dos camponeses e habitantes das cidades templos. Desenvolveram um calendário quase perfeito com treze céus e sete infernos, sendo cada céu um mês do ano e cada inferno, um dia da semana.

.....Os astecas
.....Colombo "descobriu" as Américas e, erroneamente, chamou seus habitantes de índios, na certeza de ter chegado na Índia.
.....As excursões marítimas dos espanhóis, deste ponto da história em diante, rondaram o litoral Atlântico central das Américas, vasculhando e procurando um estreito para as Índias e assim estabelecer uma rota exclusiva do reino espanhol.
.....Por fim, os espanhóis chegaram a capital asteca Tenochtitlán que, espantados, contaram uma população perto de trezentos mil habitantes. Cidade construída sobre um lago e ligada a terra por caminhos elevados. As ruas eram em canais como na cidade de Veneza na Itália. Havia um vasto sistema de aquedutos, grandes templos em forma de pirâmides, comércio local bem organizado, salão de barbeiros, parques e coisas estranhas aos recém chegados, como por exemplo, um jardim zoológico. Não havia, como nas cidades européias, burros de carga ou qualquer outro veículo com rodas ou grandes animais domésticos. As plantas eram completamente desconhecidas do velho mundo. As criações eram de animais pequenos como perus e cães que funcionavam como fontes de alimento. Os nobres usavam como vestes, plumas de cores vivas e eram carregados de um lugar a outro através de leiteiras nos ombros de seus criados. Os saldados guerreavam com armaduras de algodão acolchoados, armas de madeira e capacetes em forma de animais ferozes como o jaguar, por exemplo. A religião era sanguinária, de uma maneira nunca imaginada, nem mesmo no início das invasões bárbaras na Europa. A tudo se sacrificava alguém aos mais diversos deuses e, em certos cultos, o sacerdote vestia as peles dos sacrificados. Há registros de oferendas com mais de vinte mil vidas humanas.
.....Descendo o vale, rumo ao sul, os espanhóis encontraram várias outras cidades da mesma magnitude e dezenas de centros habitacionais de menores tamanhos. Alguns pertencentes ao Império Asteca, outros se glorificando de suas independências. Em meio a isso tudo, ainda se encontravam várias ruínas de antigas civilizações como as dos almecas e outras as quais não se têm muitos registros de sua existência e co-relação com os "índios" astecas.
.....O povo asteca foi a última cultura a reinar no vale do México. Foram várias lutas, desde as primeiras tribos que aí se instalaram, dominadas pelos terríveis chichimecas, por exemplo, até o Império Asteca em si. O começo é meio indefinido por falta de registros que nos mostrem os detalhes desta cronologia, entretatnto, seu final, a história nos conta em detalhes.

.....Os incas
.....Mais ao sul, depois do istmo do Panamá, os espanhóis encontraram outro império, o Inca, de maior notabilidade cultural em comparação com as dos maias e dos astecas. Como governante, havia um deus vivo, "descente do Sol" que imperava em mais de quatro mil quilômetros ao longo da cordilheira dos Andes. A capital, Cuzco, ficava mais de três mil metros acima do nível do mar. Se mostrava magnífica aos olhos dos conquistadores pelo brilho do ouro finamente lavrado e, em quantidade jamais vista na época.
.....Era o povo mais bem governado do mundo, cujo governo mantinha sua unidade política e militar através de estradas bem construídas e excelente manutenção que, em zig-zag, rondava toda a cadeia montonhosa dos Andes.
.....Havia um serviço de mensageiros com experientes estafetas no qual se mantinha o imperador em contato direto com todas as cidades e aldeias do império. Haviam muitos canais de irrigação e muitas outras obras de engenharia criativa, como por exemplo, os terraços nas encostas das montanhas destinados a agricultura de escala, assegurando grande quantidade de alimento para toda a população do império.
.....O cidadão inca tinha seus deveres e obrigações, como por exemplo, pagar impostos e exercer sua função preposta nas comunidades. Não obstante, em compensação, era assistido pelo governo em todas as suas necessidades. As reservas do imperador eram mais que suficientes para atender toda a população em períodos de menores farturas. Não tinham uma língua escrita, mas tinham um espetacular sistema de governo que os deixavam muito além politicamente de qualquer estado europeu ou asiático da mesma época.



Resumo histórico do povo Pré-Colombiano:
.....1.000 a.C.
.....Os almecas se desenvolvem e historicamente ganham o título de primeira civilização americana. Conhecidos entre seus contemporâneos como os homens-jaguar.
.....600 a.C.
.....Disseminação da cultura almeca, produção de esculturas de jade e basalto.
.....Início da escrita por hieróglifos.
.....Aparecem os grandes centros de cerimônias.
.....Construção do centro almeca de La Venta.
.....A cultura chavin no Peru floresce na forma de homens-jaguar.
.....Domínio da cultura chavin em grande extensão do continente sul-americano por meio de sua influência religiosa.
.....Elevação da arte almeca por conta das estatuetas de titilco.
.....Os maias aparecem sobrepujando os almecas na região central da América Central.
.....Primeiras vilas maias estritamente agrícolas e as primeiras queimadas que o mundo tem notícia.
.....Em Chongoyape são sepultados alguns chavins com os primeiros artefatos em ouro.
.....500 a.C.
.....Povos nômades invadem e destroem a vila almeca de La Venta.
.....400 a.C.
.....Os chavins começam a desaparecer com o desenvolvimento de outras tribos locais, provindas mais do sul do Peru.
.....100 a.C.
.....No México floresce Tres Zapotes como o mais importante centro religioso.
.....Na região peruana e boliviana aparece os paracas com notável produção de tecidos e arte fúnebre particular.
.....100 d.C.
.....O maior centro religioso aparece em Ostoyahualco e começa a concentração de pessoas em volta.
.....Os maias se despontam em seu território e constroem as primeiras pirâmides em Uaxactún e Tikal.
.....Desenvolvimento dos mochicas na costa setentrional do Peru.
.....200 d.C.
.....Os mochicas organizam uma federação de diversas tribos vizinhas.
.....A federação mochica constrói várias pirâmides e produzem esculturas retratos com alto nível de realismo.
.....Aparecem os nascas no norte da América do Sul e sob influência dos paracas, produzem excelentes tecidos, cerimônias multicolores e os misteriosos desenhos cortando o deserto.
.....300 d.C.
.....Aparece o centro clássico de Monte Albán com seus grandes templos.
.....Desenvolvimento da primeira cidade propriamente dita perto de Ostoyahualco, Teotilhuacán, com base agrícola e uma população considerável.
.....Os maias, em nome da religião e com seus sacerdotes ao comando, formam uma fraca federação entre as tribos independentes do sul do México, Guatemala e Honduras.
.....Desenvolvimentos das cidades maias.
.....400 d.C.
.....A cerimônia cor de laranja de Teotilhuacán se expande junto ao comércio para a maior parte do México, chegando até o sul na Guatemala.
.....A influência Teotilhuacán chega até os maias e são construídas pirâmides em Kamiinaljuyú no estilo das pirâmides mexicanas.
.....600 d.C.
.....A cultura maia ressurge em sua base primitiva com total vigor.
.....Tiahuanaco, importante centro religioso perto do lago Titicaca ganha o domínio.
.....Desenvolvimento do centro religioso Huari sob influência de Tiahuanaco.
.....700 d.C.
.....Início da era das guerras no vale do México com invasões do povo nômade chichimecas provindos do extremo norte do México.
.....Os chichimecas invadem Teotihuacún.
.....Os mais se reúnem em Copán para discussões astronômicas.
.....Grandes templos são construídos na cidade maia de Tikal.
.....800 d.C.
.....Em Bonampack são pintados seus afrescos maias.
.....900 d.C.
.....O monte Albán é abandonado como centro religioso.
.....Os toltecas, povo dissidente dos olmecas, dominam o vale do México e instalam a capital em Tula.
.....Declínio da civilização maia.
.....Desaparecimento inexplicável dos maias.
.....1.000 d.C.
.....Avanço do domínio tolteca rumo ao sul do México.
.....Desenvolvimento dos mixtecas e sua expansão sob o governo de Oito Cervos Pata de Oncelote.
.....Os toltecas invadem a Guatemala e Iucatã pilhando o que restava dos maias.
.....Chichén Itzá torna-se uma cidade tolteca.
.....Na América do Sul, desintegra-se a federação Tiahuanaco, mas o conceito de unidade política e religiosa se mantém.
.....1.100 d.C.
.....Tribos errantes provindas do extremo norte Mexicano e sul da América do Norte atacam Tula.
.....No vale do Peru, os chimus iniciam um novo império pelo litoral do oceano Pacífico por mais de um mil quilômetro de extensão.
.....1.200 d.C.
.....Os mixtecas usam o abandonado monte de Albán para sepultar seus reis.
.....Com o desenvolvimento das cidades-estados do vale do México, as tribos entram em luta para assumir o poder.
.....Aparece o povo asteca e migram para o vale do México se estabelecendo em ilhas no lago Texcoco.
.....Os toltecas abandonam Chichén Itzá.
.....Mayapán é fundada por povos vindos do sul da América Central, tornando-a como capital de Iucatã.
.....Declínio nas artes em praticamente todos os povos da América Central.
.....Aumento das cerimônias religiosas e sacrifícios humanos.
.....Desenvolvimento das tribos incas no norte da América do Sul.
.....Manco Capac, chefe dos incas, estabelece seu povo em definitivo no vale de Cuzco.
.....Os incas constroem a ponte pênsil permitindo a expansão para o oeste.
.....1.300 d.C.
.....Início da cidade de Tenochtitlán pelos astecas.
.....Guerras desencadeadas entre os incas e as tribos errantes vizinhas.
.....1.400 d.C.
.....Sob o governo de Itzcóalt, os astecas iniciam a dominação de todo o vale do México.
.....Domínio asteca nos territórios sul do México.
.....Os astecas perdem importantes batalhas para o povo Mixtecas e Zapotecas.
.....O rei asteca Ahuitzolt sacrifica mais de vinte mil pessoas em homenagem a Huitzilopochtli.
.....Na região dos antigos maias, Mayapán é destruída resultando na independência particular de cada cidade restante desta região.
.....As tribos de quito e chimu são conquistadas pelo Topa Inca.
.....Topa Inca constrói estradas e envia tropas até o Chile.
.....Cuzco é atacada por Chancas e é derrotado pelo imperador inca Pachacuti.
.....O imperador inca Pachacuti reforma a cidade de Cuzco e constrói a fortaleza de Sacsahuamán.
.....Os incas estabelecem em definitivo seu império ao dominar as tribos do antiplanalto central, tendo suas fronteiras estabelecidas entre o sul da ataul Colômbia até o rio Maule no Chile.
.....1.500 d.C.
.....Montezuma II sob ao trono asteca.
.....Descobrimento das Américas aos olhos do povo europeu por Colombo.
.....Início da conquista do povo asteca pelo espanhol Cortez.
.....Cortez se alia com algumas tribos vizinhas rebeldes e derruba Tenochtitlán.
.....Hernandez de Córdoba chega à costa do Iucatã.
.....Caem os últimos resquícios da civilização dos maias, iucatã e povos da guatemala.
.....Huayana, imperador inca morre de gripe, doença trazida pelos exploradores espanhóis.
.....O império inca entre em decadência e em guerra civil causada pela disputa dos herdeiros ao trono inca.
.....Pizzaro inicia a dominação espanhola do povo inca.
.....Atahualpa é assassinado e substituído por Manco II e inicia a guerra de resistência contra os espanhóis.
.....No México é estabelecido o vice-reino da nova espanha.
.....Na América do Sul, é estabelecido o vice-reino do Peru.

 

.