Artigos abertos...  



.....Os artigos postados nessa seção são de ordem livre, publicados com o escopo de demonstrar as pessoas o raciocínio médio com o qual a Ordem se presta para mostrar duas premissas básicas seguidas por todos os Gregos, quais sejam: Estar consciente de que se está consciente e, pensar em detrimento de se ter apenas pensamentos, ou seja, procura-se mostrar a importância do entendimento de que a mente está posta à pessoa e não a pessoa posta à mente. Em outras palavras, são textos que buscam fazer as pessoas refletirem acerca das coisas fáticas, tirando proveito e evoluindo na seara do espiritual, emocional, intelectual e material.



Artigos filosóficos - reflexões históricas e científicas...


.....Foram publicados, nesta seção, artigos para reflexões filosóficas que comentam temas históricos e científicos que, alhures, escondem coisas nas linhas e entrelinhas; nas linhas uma, nas entrelinhas outra. Vale a pena refletir sobre estes assuntos, lembrando que, em momento algum, é proposto conceitos de verdades absolutas...

.....Dica:
.....A vida é como ela é e não as coisas como são...
.

Alusão aracnídea.
........Em menos de 30 minutos uma aranha constrói sua teia de modo funcional, eficaz e eficiente. Constrói sem se preocupar com a estética e ou com o belo, por assim dizer. Isso remete a pessoa à idéia de que, quando se deve fazer algo, que se faça rápido e bem feito, cujo resultado seja eficiente e eficaz ao objetivo posto. Em sendo assim, a pessoa fará o que deve apenas uma única vez.
| ver na íntegra |
.
Algumas interessantes palavras de Pascal:
.......Um homem se põe à janela para ver os passantes; se eu estiver passando, posso dizer que ali ele ali está para ver-me? Não: pois ele não pensa em mim em particular. Mas aquele que ama uma pessoa por causa de sua beleza a ama? Não: pois a varíola, que matará a beleza sem matar a pessoa, fará com que ele não a ame mais.
| ver na íntegra |
.
Uma questão de valores... Eles mudam?
.......Sabido é que os preconceitos existem, e para isso, não há negar. Também é sabido que os antigos preconceitos persistem mesmo quando novos preconceitos surgem. No máximo, se fundem...
| ver na íntegra |
.
Choque de civilizações ao vivo e em cores.
.......Há algum tempo, guerras, como as do Golfo, por exemplo, passaram a ser um show televisivo. Uma atração ao vivo, pela qual, milhões de pessoas assistem curiosas as ações bárbaras dos humanos. É sabido que conflitos armados são utilizados pelos Humanos desde que o Homem é Homem. Mas...
| ver na íntegra |
.
A cerveja e a origem das civilizações.
.......Alguns pesquisadores e historiadores, segundo dados concretos, elaboraram uma tese interessante que relaciona a cevada, matéria-prima da cerveja, com a evolução do Homem referente ao desenvolvimento da sociedade.
| ver na íntegra |
.
Matemática suméria.
.......Perto de 2.000 a.C., os sumérios criaram o sistema numérico sexagesimal no qual o número 60 era o número base, proporcionando uma ampla visão matemática das coisas.
| ver na íntegra |
.



Polêmicas para serem refletidas...

.....Os textos abaixo foram colocados aqui com o intuito de fazer o adepto pensar com um raciocínio lógico; de trabalhar a razão reta e, por meio de uma dialética simplista - subjetiva -, chegar em um consenso unívoco. Assim, ficando tais resultados particulares como uma "regra" de conduta moral e ética em seu dia-a-dia. Esses textos não exprimem verdades absolutas, são apenas teses para uma reflexão individual...

.....Dica:
.....Ou você pensa por si mesmo ou irão pensar por você...

A validade da auto-ajuda.
........A questão da auto-ajuda já foi o ápice da conduta humana, isso por mais de milênios, até que o conhecimento passou a ser dividido, ou seja, deixou de ser tudo filosofia para se transformar em áreas específicas. Isso não é errado, pois o próprio Aristóteles foi defensor ferrenho da subdivisão da filosofia em ciências distintas...
| ver na íntegra |
.
Robótica humana.
........Os cientistas já provaram que os pensamentos humanos são processos elétricos dentro de uma rede neural na qual se têm seus resultados por conta de padrões seqüenciais. Esses processos elétricos que forjam os pensamentos são os mesmos que fazem os músculos se moverem, ou seja, pensa-se em andar através de impulsos elétricos e, o corpo, como um todo, automaticamente passa para o ato efetivo de andar propriamente dito.
| ver na íntegra |
O tempo e resultado.
........O tempo, entendido como uma unidade de medida, como algo para medir sucessivos atos realizados no espaço, um após o outro; organiza nossas experiências empíricas, as quais são conhecidas pelos substantivos abstratos passado, presente e futuro.
| ver na íntegra |
Idéia não se cria. Ou se copia, ou se re-organiza.
........Idéias são coisas que existem no mundo, ou seja, que existem fora da mente. As pessoas, por meio de suas criatividades, as copiam adaptando-as para os seus mais diversos interesses, ou as reorganizam para atender suas novas necessidades, como por exemplo, fazem os computadores que, sendo alimentados com informações já existentes no mundo, as reorganizam dando novas dimensões dessas mesmas informações.
| ver na íntegra |
.
Apenas uma pergunta:
........Qual a diferença entre um mulçumano que dá sua vida, como um homem-bomba, matando junto várias pessoas inocentes em nome daquilo que acredita e, os cristões americanos pilotando aviões desde a Segunda Guerra Mundial, soltando bombas sobre inocentes em nome daquilo que acreditava?
.
Quem são os inteligentes.
........Pesquisas feitas com vários jovens, chamados de rebeldes, indolentes e desleixados, comprovam que para a rebeldia, indolência e desleixo; é necessário pensamento contínuo e muita reflexão, pois, adolescentes entediados são, segundo os resultados das pesquisas, os mais inteligentes.
| ver na íntegra |
.
Educar para viver.
....... É frente a tantas necessidades sociais que as pessoas vivem nos dias atuais com algumas questões que se fazem pertinentes, tais como, por exemplo: Será que não se está criando monstros sociais quando se fala em educação, ou mesmo há a necessidade da educação?
| ver na íntegra |
.
 

.