Resumo dos principais filósofos...

Zenão (495 a.C. - 430 a.C.)


.....Filósofo que fez fama por conta de seus elaborados paradoxos. Foi discípulo de Parmênides e também um importante filósofo da escola Eléatica na qual se afirmava que a realidade era única e imutável, sendo percebida de forma correta pela razão e não pelas aparências com as quais os sentidos a percebia.


.... Elaborou mais de quarenta paradoxos dos quais apenas oito chegaram inteiros até nós, conquanto, dois deles, argumentam contra a pluralidade e mais quatro que falam contra a idéia de movimento.
.....Ajudou a tese de Parmênides contra a teoria dos pitagóricos defendendo a mudança e o movimento como ilusão fundamentada nas experiências vividas pelos sentidos e, portanto, contra o pluralismo.
.....Uma das preposições de Zenão contra a pluralidade pitagórica é:
....."Um contínuo como um segmento de tempo pode ser subdividido em partes menores e, esse processo de subdivisão pode tanto continuar infinitamente como não. Caso ele possa continuar, temos então um número infinito de partes compondo um segmento finito de tempo. Caso não, então temos um segmento de tempo que não pode ser dividido. Ambas as alternativas são inaceitáveis. Pois como pode um número infinito de subdivisões estar compreendidas num segmento finito de tempo? Como poderia existir um segmento de tempo indivisível?"
.....Outra argumentação de Zenão é fundada na história de Aquiles e a tartaruga, inclusive seu mais famoso paradoxo, conquanto, demonstra que o movimento era impossível na concepção pitagórica. Zenão ilustrou uma corrida entre Aquiles e uma tartaruga, dando cinqüenta metros de vantagem à tartaruga. É impossível para Aquiles alcançá-la e ultrapassá-la, considerando que Aquiles ao alcançar o ponto de partida da tartaruga, cinqüenta metros à frente, a tartaruga também, no mesmo espaço e tempo, já teria andando seu tanto. Quando Aquiles chega ao segundo ponto, a tartaruga também se moveu para mais adiante e, assim por diante, fazendo com que Aquiles nunca alcance a tartaruga. A distância entre eles se diminui infinitamente, mas nunca desaparecendo. Claro que hoje, este problema é resolvido pelo cálculo diferencial.
.....Ambos os paradoxos mostram a antítese das coisas percebidas pelos sentidos e das coisas refletidas pela razão.
.....Sua importância posterior foi a de mostrar e relacionar as aparências com as realidades, dando sentido a razão. Apesar de ter conceitos na lógica rápida sem mais aprofundamento filosófico, é hoje respeitado como um verdadeiro filósofo e não como um sofista, como alguns o acusam.
 

.