//-->



Artigos filosóficos - reflexões históricas e científicas...
..... A cerveja e a origem das civilizações.






.....
Alguns pesquisadores e historiadores, segundo dados concretos, elaboraram uma tese interessante que relaciona a cevada, matéria-prima da cerveja, com a evolução do Homem referente ao desenvolvimento da sociedade.

.....De maneira resumida, alegam que, por volta de 6.000 a.C., alguém largou grãos de cevada no chão e, após uma chuva, percebeu que esses grãos fermentavam na água empossada. Esse alguém “resolveu” beber o líquido. Estava criada a cerveja e, fez tanto sucesso que foi espalhada por toda parte antiga.

.....Neste tempo o Homem era nômade. Apanhava seus alimentos no campo indo de um lugar para outro. Conseguiam o que precisavam e largavam para trás o que sobrava.
Perto de 4.000 a.C., outro alguém percebeu que, nesses restos haviam sementes largadas no chão e, dessas sementes, o alimento brotava novamente.

..... Assim, começaram a plantar seus próprios alimentos, fixando o Homem em um só lugar. Nasceu a agricultura.

.....
Como o Homem aprendeu a plantar, não precisava mais ser nômade para se alimentar e, a cevada, seu principal produto. Atraídos pela produção dessas cevadas, vieram os animais selvagens, como por exemplo, o porco e o javali, surgindo assim um suprimento extra de alimento. Nasceu a domesticação de animais (pecuária).

.....
Com a agricultura e a pecuária, surgiram as cidades, ficando possível aos humanos viver em vilarejos maiores, pois, suas produções começaram a ficar excedentes. Neste sentido, segundo os arqueólogos, nasceram, perto de 3.800 a.C., as primeiras cidades e com elas, a civilização.

..... A produção agrícola e a pecuária necessitavam de registros. Desenvolveu-se então a escrita.

.....
Dessas cidades produtivas e com sistemas organizacionais fundados na escrita, nasceram os governos centralizados, originando as primeiras civilizações propriamente ditas, como foi no Egito, Índia e Mesopotâmia. Tudo graças à cevada e sua bebida amarga.

 

.