//-->



Artigos filosóficos - reflexões históricas e científicas...


.....
Algumas interessantes palavras de Pascal:


.....
O que é o eu?

.....Um homem se põe à janela para ver os passantes; se eu estiver passando, posso dizer que ali ele ali está para ver-me? Não: pois ele não pensa em mim em particular. Mas aquele que ama uma pessoa por causa de sua beleza a ama? Não: pois a varíola, que matará a beleza sem matar a pessoa, fará com que ele não a ame mais.


.....
E se me amam por meu juízo, por minha memória, amam a mim? Não: pois posso perder essas qualidades sem me perder. Onde está, pois, esse eu, se não se encontra nem em meu corpo nem em minha alma? E como amar o corpo ou a alma senão por essas qualidades, que não são absolutamente o que faz o eu, já que elas são perecíveis?

.....Amariam a substância da alma de uma pessoa abstratamente, e algumas qualidade que nela existem? Não: pois não é possível e seria injusto.

.....Portanto, nunca se ama a pessoa, mas somente qualidades.

.....Que não se zombe mais, portanto, daqueles que se fazem homenagear por seus cargos e funções, pois só se ama alguém por qualidades de empréstimo.

.....Assim, ninguém ama mais a pessoa que amava há dez anos atrás. Acredito! Ela não é mais a mesma, ele também não. Ele era jovem e ela também; ela é outra. Talvez ele ainda a ame, tal como ela era então.

 

.